20 Comentários

" CAMINHANDO AO PÔR DO SOL"

Enquanto assistia o pôr-do-sol na praia caminhava pela areia escutando música e aproveitando para molhar os pés na água do mar que adorava e me deixava calma e tranqüila.

Todo dia aproveitava o entardecer para fazer as minhas caminhadas e esse hábito já era uma rotina. Estava sendo muito bom morar sozinha que até as oportunidades de emprego tinham aparecido estando em processo seletivo em duas empresas.

Tinha ocasiões que me sentia um pouco só porque sempre tinha alguém em casa para conversar, mas com o tempo fui me acostumando a substituir esses momentos ouvindo uma música, lendo um livro, assistindo um filme, estudando ou até dando uma de artista na cozinha e arriscando a fazer alguns quitutes.

A cada dia que olhava a beleza do pôr-do-sol encontrava mais força para continuar a seguir a minha vida evitando cair nas recordações do passado, mas às vezes era inevitável como agora escutando essa música “Sonho Meu”.

O coração apertado de saudade e alguém no meu ouvido dizendo:
Sonho meu, sonho meu
Vai buscar quem mora longe
Sonho meu
Vai mostrar esta saudade
Sonho meu
Com a sua liberdade
Sonho meu

Apesar de bater uma pontinha de saudades ouvindo algumas músicas isso não me abalava porque sentimentos todos nós temos e as coisas boas que vivemos no decorrer de nossas vidas não devem ser apagadas e riscadas para sempre. Elas estarão vivas dentro de mim e fazem parte da minha história e o recordar me faz bem.

Tinha muitos amigos e quando me dava vontade saíamos juntos ou para uma festa, ou para ficarmos jogando conversa fora. A vida é para ser curtida e não sou feita de ferro e sempre é bom namorar, dar uns beijos na boca, dançar coladinho. Posso cometer erros, mas saberei levantar e seguir em frente e aprender com eles.

“Autoria Irene Moreira”
18a. Edição Projeto In Verbis



Sonho meu, sonho meu
Vai buscar quem mora longe
Sonho meu
Vai mostrar esta saudade
Sonho meu
Com a sua liberdade
Sonho meu
No meu céu a estrela guia se perdeu
A madrugada fria só me traz melancolia
Sonho meu

Sinto o canto da noite
Na boca do vento
Fazer a dança das flores
No meu pensamento

Traz a pureza de um samba
Sentido, marcado de mágoas de amor
Um samba que mexe o corpo da gente
E o vento vadio embalando a flor
(Composição Delcio Carvalho e Yvonne Lara)

***Para os que acompanham as minhas participações no In Verbis comecei a contar uma história que vem continuando em cada edição como um novo capítulo. Cada participação tem um conto diferente , mas o personagem é único e vem se desenvolvendo conforme vão surgindo as fases de sua vida.*** Para lerem desde do início os capítulos anteriores é só acessar na página SAGA DA RAQUEL.

Imagens google
Anúncios

20 comentários em “" CAMINHANDO AO PÔR DO SOL"

  1. OI amiga!Ficou-me uma impressão de que apesar de tudo o que disse, ela sente uma ponta de melancolia, daquela que se cola á pele e não nos deixa nunca, uma lembrança de algo que não foi, um distorcer do nosso sorriso…coisa imperceptível, continuamos, é claro, tocando a vida prá frente, dando uns beijos na boca, namorando, fazendo quituques…mas basta uma melodia para fazer reviver aquela…sombra. Estou errada?Carinhosss

  2. Muito lindo,Irene!Raquel está crescendo a cada novo capítulo…Adorei!beijos,chica

  3. Irene, sim, a vida é curta e são muitas as possibilidades. Podemos e queremos tantas coisas. Basta termos consciência do que de fato queremos.Um beijo

  4. Querida Irene!Estou a gostar cada vez mais!Estás a escrever cada vez mais primorosamente.Voltarei agora mais vezes.BeijosNá

  5. Minha queridaSenti-me bem a ler o teu texto a ouvir a música…senti uma onda de paz, não sei porquê…talvez pela força que senti nas palavras…vou mais cheia.beijinhos com carinhoSonhadora

  6. A Raquel estará conseguindo se tornar independente?Eu amo esta série Irene. Obrigada pelo carinho comigo. Ando um pouco atrapalhada, mas estou sempre por aqui.Bjs no coração!Nilce

  7. Oiê…convidou e eu vim, sou lá de recusar convite? rsrsrsJa li o post e estou conseguindo acompanhar…acho!Vou la no vitirne de promoções agora.Fui!Joana Campos

  8. Amei esse texto poético demais.Essa musica fez muito sucesso quando minha filhota mais velha tinha 2 anos e ela cantava assim: sono meu,sono meu,vai buscar quem mona nonge sono meu… era mais ou menos essas as palavras dela.Deu saudade…Musica linda.Texto maravilhoso.Teca

  9. Olá, querida IreneSobre a solidão e o silêncio é justo o que quero te falar:Dé uma olhada no meu post de ontem.Estou fazendo uma semana de reflexões com textos sobre o silêncio, acompanha,tá?Saudações com votos de paz e alegria no início da nova semana. Bjs

  10. IreneEu gosto muito desta musica.Foi bom voce coloca-la pois me lembrei de coisas agradaveis e felizes.com carinho MOnica

  11. Irene, querida!Depois venho com calma para ver os contos.Passei rapidinho pra te deixar um beijo e desejar boa semana!E vamos correr… rsrsrsBeijão!

  12. Raquel a caminho da independência! Que bom!adorei o texto!bom dia

  13. Oi Irene!Vim retribuir seu carinho e acabei me apaixonando pelo seu blog, vou ficar! rs.Beijinhos flor e obrigada pelo carinho.Flores e Luz.

  14. IreneMas ser tia é assim mesmo!A gente vive me função de suas alegrias . E de seus sofrimentos de adolescente e de suas risadas e do vestibular. So uma vela maior do que o nosso tamanho para resolver os probleminhas deles.Hoje pela manha Andrea acordou correndo porque Thais não conseguia taxi pra leva-la pra escola. Quem levou?com carinho MOnica

  15. IRENE QUERIDA…primeiramente vim correndo me desculpar pelo mal entendido ocorrido no meu comentário no blog da elaine…pelo amor de Deus, eu quando escrevi sacanagem, me expressei mal, é uma mania que tenho de dizer sacanfgem no fim de frase quando estou p da vida, mas em nehum momento quiz me referir como sacanagem o fato de querermos tirar aquele site dos nossos blogs.me perdoe de coração, jamais eu seria indelicada com alguém como vc, uma pessoa do bem e de bem e que só sabe nos dar amor e carinho.amiro vc demais e por favor me desculpe se te magoei mesmo sem querer.obrigada pela ajuda valiosa que me deu, consegui bloquear o fulano e espero que consigamos deleta-lo definitivamente de nossas vidas,desculpe amiga, quando disse sacanagem me referia oa site e não a vc.me perdoe .bjuivos no seu coração.loba.ps: vou excluir o comentário para que não haja mais mal entendidos, afinal ficou mal escrito e dá margem sim a entender o que não é .desculpe-me.bjuivos no coração.

  16. Esta é uma maneira inteligente de se viver com o passado e seguir em frente… Riscar o quê? Tudo faz parte da nossa vida!Beijo amigoGraça

  17. Belíssimo texto. Também adoro o por do sol, realmente nos energiza.Beijo na alma, Irene.

  18. IreneHoje seria aniversário do meu paizinho. No ceu Jesus deve estar fazendo festa pra ele, porque ele adorva reunir os sobrinhos.com carinho MOnica

  19. Querida Irene, ufa estamos para vir em sua casa e a correria,mas sempre vale!bjs com carinho Lulu & Sol

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: